Lectio Divina – 15 de março de 2011

Olá meu irmão,

O refrão do salmo de hoje diz: “O Senhor liberta os justos de todas as angústias” (Sl 33). Então, se há alguma angústia seu coração, peça: Pai, cumpra em mim esta afirmação do salmo, liberta-me de toda angustia. Relate suas angustias a Deus Pai, escreva em seu caderno.

Agora clame a presença do Espírito Santo, pois é Ele que está agindo silenciosamente em sua vida a cada dia, a cada oração. Deixe-se iluminar pelo Santo Espírito, expressando verbalmente o seu desejo de que Ele venha guiar sua oração.

Vamos rezar com a Palavra de Deus. Os textos da liturgia de hoje são: Is 55,10-11; Sl 33; Mt 6,7-15;

Localize o Evangelho de São Mateus 6,7-15 para a meditação de hoje. Faça uma atenciosa leitura, lembrando que Deus nos deu todo o tempo do mundo, portanto este tempo que é reservado para Ele, deve ser vivido sem pressa, na certeza que a Palavra de Deus vem nos dar o alívio ao nosso coração, gerando frutos no decorrer de todo o seu dia.

O Senhor inicia seu discurso dizendo: “não multipliqueis as palavras…” (v. 7). O que significa multiplicar, para você? Escreva sobre isso. Depois o Senhor mesmo nos explica: “… Os pagãos que julgam que serão ouvidos a força de palavras…”. Com certeza existem muitos anseios em seu coração, até mesmo dor, memórias angustiantes e desafios maiores a serem superados, por isso, fale sobre tudo isso com o Senhor, sem multiplicar, ou seja, sem auto-piedade, somente aquilo que é, sem exagero. Não será você que irá convencer a Deus ao exagerar suas dores, pois, como diz o texto: “vosso pai sabe o que vos é necessário, antes que vós lho peçais” (v. 8). É interessante também que você escreva em seu caderno o que está perturbando sua alma. Procure não citar nome de pessoas em suas anotações.

Observação: Escrever o que é, sem afetos exagerados, sem auto-piedade, porque isto vai nos ajudar a enxergar que também erramos. Provocamos situações difíceis com nossas fraquezas e não somos as únicas vítimas, isso nos levará a perdoar e a ponderar com maior facilidade.

Vamos em frente! Do versículo nono até o quinze o Senhor ensina a rezar o Pai Nosso, a oração do Senhor. Leia novamente, lentamente, e absorva da oração de Jesus em sua alma. Procure fazer passo a passo, palavra por palavra, como estamos exercitando todos os dias.

Hoje é dia em que Jesus nos ensina a nos dirigir ao Pai, então, em oração, peça ao Pai o que você deseja do fundo de sua alma? Escreva sobre isso.

Até amanhã.

Anúncios

Um pensamento sobre “Lectio Divina – 15 de março de 2011

  1. Hoje livre sou, o amor do Pai me permite ser assim, quem realmente sou, livre de máscaras, conceitos e preconceitos. Mãos de pai e olhar de amigo é o que Deus (meu querido e amado pai) me oferece hoje, lhe sou grata por isso e por tudo mais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s